Mulher

Glória Barroso: autorretrato 

A Acadêmica Glória Barroso oferece este poema para marcar o mês da Mulher.

Convivem em mim todos os tempos

A menina descalça
de riso tão solto
que lê escondida
trepada nas árvores
que viaja nas asas verdes
de um cavalo branco
descobrindo outras terras
mares heróis
que escuta com olhos brilhantes
as estórias de fadas
que viaja no pó, de pirlimpimpim.

Convivem em mim todos os tempos.

A moça rebelde que acha difícil
aceitar as regras dos outros
que anseia outro mundo
clama justiça
quer fazer o que ninguém conseguiu…
E espera o Amor e o acredita eterno.

Convivem em mim todos os tempos.

A mulher que sente, meu Deus!
uma força enorme
que explode no peito
que a move empurra
e joga na vida.

Que acolhe quer proteger

que toma para si as dores de todos.
E descobre que o amor

ultrapassa o Eterno
no breve momento do Encontro.
Que o que se vive
não se mede em anos
só o amor é a medida do amor
só a vida é a medida da vida.

Convivem em mim todos os tempos…

A mulher tão velha
que arrasta suas saias
pelas pedras da rua
murmura palavras
falando consigo
suspira saudade
se lhe chega aos ouvidos
o tagarelar das crianças.
E ouve como há muito passados
os casos de amor.

Tem a idade da Terra
é a criança que espera o Futuro
a moça que gera o Presente
a semente do que está Por Vir
passeia no Infinito
com um ser sem Tempo.

BARROSO, Glória. De sombras e claridades. Rio de Janeiro: 7Letras, 2012. p.53-55 

from Blogger http://ift.tt/2ne8bKc
via IFTTT

Fascínio pelo mundo das Bibiotecas

A Secretaria Estadual de Cultura de Minas Gerais convida para assistir

“excelente reportagem da Rede Minas – Brasil das Gerais, que foi ao ar no dia 17/03/2017 – Fascínio pelo mundo das bibliotecas, Alessandra Gino Diretora da Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa – Belo Horizonte MG Brasil.”

from Blogger http://ift.tt/2n8lHPA
via IFTTT

Custódio Junqueira, médico e empresário

Custódio Monteiro Ribeiro Junqueira nasceu no dia 28 de fevereiro de 1875 em Leopoldina, onde faleceu aos 18 de março de 1941. É patrono da Cadeira nº 16 da Academia Leopoldinense de Letras e Artes. Leia mais…

from Blogger http://ift.tt/2mDnla3
via IFTTT

Um talentoso artista nos visitou

Em nosso Sarau Literário do último sábado, dia 11 de março, tivemos o prazer de contar com a participação de Allan Vilella, o artista da Rádio Poeta. Entre seus trabalhos, escolhemos Cecília Meireles para cumprimentar a todos e convidá-los a estarem conosco no próximo Sarau, dia 8 de abril de 2017, sempre no Museu Espaço dos Anjos, das 10 às 12 horas.


Rádio Poeta – http://ift.tt/2mLJztK

from Blogger http://ift.tt/2mLEHoI
via IFTTT

Caminhos da Literatura

Esta é mais uma iniciativa da ALLA visando o cumprimento do Art. 2º de seu Estatuto, qual seja a valorização e o desenvolvimento das letras e artes. 
Entre outros aspectos, o minicurso dos professores Joaquim Branco e Francis Paulina objetiva desmistificar a percepção do texto poético como escritura difícil. Os participantes terão oportunidade de refletir sobre a evolução da poesia no tempo e no espaço para melhor compreender sua função, numa leitura natural, sem a cantada no final do verso.
Vagas limitadas​! Confirme seu interesse escrevendo para o endereço indicado no convite acima.

from Blogger http://ift.tt/2m2tKv3
via IFTTT